P U B L I C I D A D E

terça-feira, 20 de janeiro de 2015

PM DA BASE COMUNITÁRIA TIRA DE AÇÃO TRIO DE ESTELIONATÁRIOS QUE AGIA NA QUADRA CENTRAL DE SOBRADINHO.

Por Ferreira Santos

Policiais militares da Base Comunitária da Policia Militar ( 13º BPM) de Sobradinho, equipe composta pelo subtenente Gilberto, sargentos Elton Reis, Sílvio e cabo Sérgio, prenderam nessa segunda-feira (19), por volta das 12h, três homens acusados de aplicar, o golpe do bilhete premiado, em diversas pessoas principalmente mulheres. Os locais preferidos da quadrilha eram as áreas de Bancos na quadra Central de Sobradinho.

Os três homens identificados como Valdivino Carvalho Ramos (46), Guilherme Justino Naves (25) e Limídio David da Silva, de 57 anos, moradores de Formosa, Paraíso e Santo Antônio do Descoberto cidades do entorno de Goiás e todos com ficha na Policia, foram denunciados aos policiais por duas mulheres que foram abordadas pelo trio na área bancaria da quadra. Após relatar o ocorrido e repassar características dos acusados os policiais realizaram patrulhamento a pé perto dos bancos onde identificaram o primeiro acusado. Os outros dois foram presos no estacionamento ao lado do cartório após serem denunciados por uma segunda vitima da tentativa de golpe. 

O trio foi levado ao plantão da 13ª DP e autuados em flagrante por estelionato e falsificação de documento, alem de terem que pagarem fiança no valor de dez mil reais estipulada pelo delegado Paulo responsável pelo plantão da delegacia de Sobradinho nesta segunda-feira.

Uma das vitimas compareceu a delegacia e contou, que um dos presos a abordou mostrando um bilhete de loteria, mas que não sabia ler pedindo pra que ela lesse informando valor e onde pode receber o prêmio. Chegou a oferecer a recompensa de cento e setenta mil reais, mas primeiro a vítima teria que sacar cerca de cinco mil reais para o estelionatário como garantia que não tinha nome sujo na praça. Ainda segundo a vitima, tudo começou após ela ser abordada e um segundo estelionatário chegou, pegou o bilhete do primeiro homem que a abordou, com o celular simulou uma ligação para a caixa econômica, falou com uma terceira pessoa, que revelou o valor do prêmio da loteria, em seguida falou que o valor do prêmio é de hum milhão e setecentos mil reais e que o homem, que primeiro a abordou, e que também é estelionatário, é o ganhador da fortuna, então começa o golpe.

Com os acusado foi apreendido extratos bancários no valor de oito mil reais, conta telefônica, documentos em nome de terceiros, extratos bancário e aparelhos celulares. A Polícia Civil apurou que os acusados respondem na justiça por extorsão, estelionato e tráfico de drogas. As investigações vão continuar com o objetivo de descobrir informações sobre a atividade criminosa do trio.

Por Ferreira Santos


Nenhum comentário:

Postar um comentário