P U B L I C I D A D E

terça-feira, 1 de abril de 2014

POLÍCIA CIVIL ENCONTRA CORPO QUE PODE SER DE PROFESSORA DESAPARECIDA.

O CORPO ESTAVA EM UM MATAGAL PRÓXIMO A PLANALTINA DE GOIÁS COM MUITOS FERIMENTOS NA CABEÇA


A Divisão de Repressão a Sequestro (DRS) da Polícia Civil encontrou um corpo que, provavelmente é da professora Márcia Regina Lopes, de 56 anos. Agentes da DRS chegaram ao local por volta de meia-noite desta terça-feira (1º/4). O copo estava em um matagal próximo a uma estrada de chão no caminho para Formosa, na DF-345. Segundo a polícia, o corpo tem muitos ferimentos na cabeça e está em decomposição. "Acreditamos que, ela já estava morta quando a família registrou a ocorrência do desaparecimento", disse o diretor-geral da Polícia Civil, Jorge Xavier. 

O resultado dos exames de DNA, que comprovam a identidade da vítima, ficarão prontos até sexta-feira (4/4), Xavier adiantou que o material biológico da família já foi coletado para análise. Os parentes da professora devem comparecer à delegacia ainda hoje para esclarecimentos.

Márcia dava aula em uma escola particular do Sudoeste e foi vista pela última vez em 9 de março. Luis Carlos Coelho Pena, 41 anos, o namorado da professora, foi preso como principal suspeito. Ele tem em sua ficha policial, ao menos outros 10 processos, sendo nove por ameaça ou agressão contra mulheres. A polícia acredita que Luiz praticou o crime sozinho.

Fonte: correiobraziliense.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário