P U B L I C I D A D E

quarta-feira, 6 de março de 2013

HOMEM É PRESO POR EXTORSÃO APÓS ACHAR CELULAR E PEDIR DINHEIRO PARA DEVOLVER, EM SOBRADINHO.



Por volta das 14h, policiais civis da 13ª Delegacia de Polícia prenderam em flagrante nesta quarta-feira, 06/03, Júlio César Sabino do Nascimento, 39 anos, acusado de extorsão.

Sulyvan Moura, 21 anos, desceu de um ônibus na quadra 02 de Sobradinho, em frente ao Bar do Rubão, quando percebeu que havia perdido o celular da empresa que carregava consigo. Ligou várias vezes para o número e um rapaz atendia ao telefone, ficava sorrindo e desligava o celular. 

Sulyvan pediu ajuda para a namorada que conseguiu ligar para o indivíduo e pedir para ele entregar o telefone do namorado. O cidadão disse que entregaria o celular, mediante o pagamente de R$50,00 e não entregaria o chip. A mulher concordou com o cidadão e marcou um encontro para fazer a troca. O indivíduo disse que era ambulante, estava dentro de um ônibus e em trinta minutos, estaria em uma parada de ônibus no Posto Colorado, as margens da BR-020, para fazer a troca.
 
A moça passou a informação para o namorado que deslocou-se até a 13ª DP, explicou o ocorrido e juntamente com dois policiais civis seguiram para o ponto de encontro. Em uma viatura descaracterizada, a equipe chegou próximo ao local e ficou aguardando a chegada do suspeito em uma parada do outro lado da rodovia, enquanto a namorada da vítima ligava para o indivíduo a fim de dizer que já estava no local.

O cidadão disse à mulher que estava com uma camisa regata, era negro e estava com um saco de pipocas nos braços, porém resolveu descer em uma parada na frente do Dep. Rezende em Sobradinho e estava aguardando na barraca onde vende água de coco, na quadra 02.

Os policiais, juntamente com a vítima seguiram até o novo local, depararam com Júlio César e realizaram a abordagem. Com ele foi localizado o celular da vítima. Júlio César foi preso, conduzido a 13ª Delegacia de Polícia e autuado em flagrante pelo crime de extorsão. O celular foi restituído ao proprietário.
 
Claudio Martins

2 comentários:

  1. Aconteceu com meu primo o mesmo nesta mesma delegacia ai os agentes levaram ele pra la e o delegado colocou q foi exercicio arbitrario das suas proprias razoes e liberou o safado falando que pelo codigo civil ele teria direito mesmo de um dinheiro para devolver o celular!Nesse dia a indignacao foi total....parecia ate q o delegado conhecia o bandido.

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir