P U B L I C I D A D E

quinta-feira, 28 de fevereiro de 2013

NÓS GANHAMOS BEM OU AS OUTRAS QUE GANHAM UMA MISÉRIA?



As reportagens exibidas no dia 19, 20 e 25/02/2013 pelos telejornais do DF, noticiaram que as Polícias Militares e Civis do Distrito Federal são as mais bem pagas e equipadas do Brasil, segundo pesquisa do Ministério da Justiça. Essas informações são tendenciosas e têm cunho político, pois o Governo Federal sofre pressão dos governos estaduais, pois temem que suas polícias revoltem-se e queiram melhores salários e mais dignidade para trabalhar e tomem como base as Polícias do DF. Quem está certo ou errado nesta história? Quem investe ou quem não investe em segurança Pública?

No Distrito Federal, a maioria ou se não todos os trabalhadores (públicos e privados) ganham mais que outros Estados da Federação. Diaristas no DF ganham mais, médicos no DF ganham mais, pedreiros no DF ganham mais, Deputados no DF ganham mais, professores no DF ganham mais, DETRAN/DF ganha mais, funcionários do TCDF ganham mais, TJDFT e MPDFT ganham mais, CLDF ganham mais, motoristas de ônibus no DF ganham mais, Fiscais no DF ganham mais, Jornalistas no DF ganham mais, Garis no DF ganham mais, será que ninguém em Brasília merece reajuste? Pois todos aqui ganham mais que em outros estados, também as Polícias Federal, Rodoviária Federal e Polícia Legislativa ganham muito mais do que as do DF e são pagas pela União. Temos que ressaltar que aqui no DF o custo de vida também é muito mais alto que em muitos outros Estados! Tente alugar ou comprar uma casa no DF! E o combustível, uns dos mais caros do Brasil?

A questão principal não é que as polícias de Brasília ganham bem, mas sim que os outros Estados pagam misérias aos seus policiais, não valorizam e nem respeitam aqueles que têm em suas missões, proteger suas riquezas e salvar vidas. Os Governos local e Federal, ao invés de motivarem os outros Estados a valorizarem seus policiais, querem uma desculpa para não investirem em nossos policiais, pois segurança Pública não é prioridade neste Governo. Sem igualdade social, educação de qualidade, estrutura familiar, políticas públicas eficientes e eficazes, leis fortes, a Polícia jamais resolverá os problemas de segurança em nosso País. A polícia não é onipotente, onisciente e nem onipresente, mas apenas uma ferramenta da sociedade que tem de ser bem paga, treinada e equipada, pois proteger vidas arriscando a própria vida é sim uma missão especial, merecendo assim também uma atenção especial.

"O verdadeiro valor do Estado provém dos indivíduos que o compõe." (J. S. Mill).

Robson Dias, PM Brasil!

Um comentário:

  1. RESPOSTA DO NMU PUBLICADA NO JORNAL DE BRASÍLIA SOBRE A ATUAL SITUAÇÃO DA SEGURANÇA PÚBLICA E DOS POLICIAIS E BOMBEIROS DO DF


    O que falta então?

    Em relação à matéria de segunda-feira (25) sobre segurança pública, em que uma pesquisa efetuada em 2011 é tratada como atualíssima, mas, a realidade, depois de dois anos de governo, é bem pior,pois, durante o período eleitoral, o então candidato ao GDF Agnelo Queiroz fez 13 promessas de campanha aos policiais e bombeiros militares e não as cumpriu.

    Então,perguntamos como na capa do jornal:
    o que falta então?

    Nestes últimos cinco anos, o Fundo Constitucional do Distrito Federal (FCDF) acresceu 66,8% e,neste período, não foram corrigidos os salários dos policiais e bombeiros.

    É uma crise gerada pela desmotivação, causada pelo descompromisso e desrespeito com os profissionais que, a cada 24 horas, colocam sua vida à disposição da sociedade com a finalidade de protegê-la e que a cada dia convive com os altos preços da capital federal, no que tange a moradia, alimentação,escola, vestuário etc.

    Estamos com a auto estima comprometida e a atual gestão gera desconforto e incômodo. Há um barril de pólvora que pode explodir a qualquer momento.

    Daqui a quatro meses, tem a Copa das Confederações. Virão muitos turistas e a segurança destas pessoas estará comprometida pela falta de empenho do GDF em resolver as demandas que ele mesmo propôs.

    Não somos a polícia mais bem paga do País, em pesquisa recente divulgada pelo site Abordagem Policial, somos a 13ª colocada em relação a custo-benefício, e, a cada dia, perdemos em qualidade de vida e cada vez mais estamos com menor poder aquisitivo.

    Não temos um salário compatível aos demais servidores da segurança pública, tais como Detran e Polícia Civil, porém, temos a mesma exigência intelectual para ingressar na corporação.

    O DF precisa recuperar a auto estima destes profissionais que são essenciais à sociedade de Brasília e que a cada 24 horas estão zelando pelos cidadãos, com a esperança que o bom senso permeie nossos governantes.

    E que esta pergunta possa ser respondida:
    o que falta então?


    Lusimar Arruda, JAB

    ResponderExcluir