P U B L I C I D A D E

sexta-feira, 21 de setembro de 2012

HOUVE “ABUSO” NAS GREVES DE SERVIDORES, DIZ MINISTRA.



Segundo Gleisi Hoffmann, ministra-chefe da Casa Civil, o Ministério do Planejamento e a Advocacia Geral da União (AGU) discutem internamente a regulamentação do direito de greve; "Com os abusos que tivemos nessa greve recente, com certeza isso vai ter um reflexo nas discussões e nas definições do Congresso"; pelo menos 35 categorias do serviço público pararam neste ano.

Paula Laboissière, da Agência Brasil – A ministra-chefe da Casa Civil, Gleisi Hoffmann, disse nesta sexta-feira 21 que houve abuso por parte de servidores públicos na recente onda de greves registrada no país. Segundo ela, o Ministério do Planejamento e a Advocacia Geral da União (AGU) discutem internamente a regulamentação do direito de greve, mas não há uma definição sobre possível envio ao Congresso de projeto de lei por parte do Executivo.

"Este tema está em pauta e eu acredito que, com os abusos que tivemos nessa greve recente, com certeza isso vai ter um reflexo nas discussões e nas definições do Congresso Nacional", ressaltou. Ela falou no programa Bom Dia, Ministro, produzido pela Secretaria de Comunicação Social da Presidência da República em parceria com a EBC Serviços.

Sobre a greve dos Correios, Gleisi lembrou que os funcionários paralisaram os serviços no ano passado, quando conseguiram reajuste salarial. "Temos que ter direitos, os trabalhadores podem reivindicar, mas temos que saber que há limites e que há uma situação econômica do país, com limites principalmente no serviço público na questão orçamentária", concluiu.

Nenhum comentário:

Postar um comentário