P U B L I C I D A D E

quarta-feira, 4 de abril de 2012

“OPERAÇÃO COMBATE” DA POLÍCIA CIVIL


No decorrer da “Operação Combate”, deflagrada no dia 29/03, policiais civis da 35ª Delegacia de polícia fazem prisão de dois traficantes e uma homicida, durante dois dias de operação.

No primeiro dia da Operação, policiais da Seção de Repressão às Drogas (SRD), lograram êxito em realizar a prisão em flagrante, por tráfico de drogas, de Jean Fábio Almes Pinheiro, 19 anos, no momento que ele vendia crack para um usuário, em sua residência. Logo em seguida o usuário deixou a residência do suspeito, os policiais realizaram abordagem e apreenderam em sua posse uma porção da droga.

Ao ser questionado sobre o entorpecente, o usuário de 20 anos, confessou que acabara de adquirir de Jean. Em seguida os policiais retornaram à residência do suspeito e prenderam-no em flagrante pelo crime de tráfico de drogas. Na casa de Jean foi encontrada uma grande pedra de crack, bem como a quantia de R$65,00, em espécie.

No segundo dia, por volta das 00h, após receberem denúncia anônima via telefone de que uma mulher estaria traficando em via pública, na praça existente entre as AR´s 07 e 09, os policiais civis imediatamente foram até o local e lá abordaram Laiãne Dias Martins, 18 anos.

Ela foi encaminhada à delegacia e ao ser submetida à revista pessoal, realizada por uma policial civil, foram encontradas entre seus seios, 14 pedras de crack, bem como a quantia de R$171,00, a qual estava em seu bolso.

Questionada sobre o fato, Laiãne confirmou que estava na praça traficando drogas e que já havia apurado R$171,00, com a traficância. Ela foi autuada em flagrante por tráfico de drogas e recolhida ao Presídio Feminino.

Mas tarde, por volta das 18h, policiais civis lograram êxito em efetuar a prisão em flagrante de Eldelina da conceição Rodrigues, 23 anos, por matar seu companheiro com uma facada no peito, na Fercal.

Eldelina, após discutir com seu companheiro, Cicero Marcelino Rocha, 31anos, acerca da paternidade do bebê que é esperado por ela, muniu-se de uma faca de serra e desferiu um certeiro golpe contra o peito de seu companheiro, matando-o instantaneamente.

Após a agressão, Eldelina permaneceu em casa esperando a chegada dos policiais, oportunidade em que não demonstrou qualquer remorso por seu ato homicida.

Destaque-se, ainda, que ao final da Operação Combate, cerca de 150 (cento e cinqüenta) pessoas foram abordadas em via pública, bares e veículos, sendo todas devidamente submetidas a procedimento pessoal de busca e verificadas junto ao sistema PROCED.

Claudio Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário