P U B L I C I D A D E

segunda-feira, 16 de abril de 2012

BALA PERDIDA ATINGE CIDADÃO, DURANTE TIROTEIO NA FERCAL.

Por volta das 19h deste domingo, 15/04, um cidadão foi alvejado por dois disparos de arma de fogo no momento que chegava a uma parada de ônibus, próximo ao Engenho Velho, na Fercal. Ele foi atingido na perna e na mão. As marcas da violência ficaram no local.

Segundo o irmão da vítima, que estava junto na parada de ônibus, eles ouviram diversos disparos, uma troca de tiro, pessoas correndo, e quando olhou para o seu irmão percebeu o sangue no braço e um buraco de bala na perna, ficou desesperado, sentou o seu irmão em um banco e ligou para o Corpo de Bombeiros, que o socorreu ao Hospital de Sobradinho.

Populares que presenciaram o ocorrido disseram aos policiais que um homem de bermuda branca, cabeludo e com diversas tatuagens no corpo estava passando às margens da DF-150, quando outro homem, aparentando ser menor de idade, apareceu do outro lado da rodovia e começaram um tiroteio. O cidadão sem camisa que, segundo populares, estava armado, correu no sentido da caixa d’água do Engenho Velho e sumiu. O menor correu sentido ao Bananal e desapareceu na escuridão.

A equipe de GTOP-33, composta pelo subtenente Valtencir, Cabo Carneiro e soldado De Paiva, seguiu para o Engenho Velho e logrou êxito em localizar e prender o suspeito com as características informadas por populares, não conseguiu localizar a arma do crime e encaminhou o suspeito até a 35ª Delegacia de Polícia. Como não compareceu à delegacia nenhuma testemunha para reconhecer o suspeito, a ocorrência ficou em apuração na DP.

Na delegacia o suspeito disse que foi alvo de um acerto de contas por parte de um menor de idade que estava sendo pago para matá-lo, já que ele era testemunha de um homicídio e o julgamento seria no dia seguinte, 16/04. Ele negou na delegacia que estava armado e que teria revidado os disparos sofridos.

Os agentes da SIC/VIO da 35ª DP estão investigando o fato ocorrido e foram na captura dos possíveis envolvidos no tiroteio que resultou em um cidadão de bem ferido com dois disparos de arma de fogo.

Claudio Martins

2 comentários:

  1. Hoje não podemos nem sair de casa tranquilos, pois não sabemos se iremos voltar. Ainda bem que a Polícia Militar voltou a trabalhar de verdade, pois a sociedade não consegue viver sem ter a Polícia por perto a protegendo....Parabéns policiais militares, pois se vcs não tivessem chegado no local com rapidez a situação seria bem pior....

    ResponderExcluir
  2. Então...Sérgio, essa é a sensação que vc tem em relação a ação da polícia, porém, se eu não fosse morador de lá e não tivesse próximo do acontecido, até acreditaria na ação da polícia...só que o fato foi: que um Policial da reserva identificou um veículo suspeito (Fiat TIPO, Cor Prata) em frente ao bar próximo do local com três elementos em seu interior e com isso passou incansavelmente a ligar para o 190, que DEMOROU atender e ainda transferiu a ligação...e em meio as suas tentativas com o ciade, liguei pra ele, após ouvir os disparos, informando-o do fato, agora narrado na reportagem. Então...o elemento que efetuou os dois disparos estava naquele veículo que logo após saiu em disparada...Sobre o real acontecido é que o elemento tatuado acima(joel) tentou contra a vida daquele que efetuou os disparos(laercio), isso, um tempo atrás...sim...é acerto de contas por conta de drogas....agora que virou cidade no papel, a Fercal começa a aparecer como cidade na violência....infelizmente nesse aspecto. Mas, não concluí quanto à ação policial...se realmente existisse um atendimento descente, essa pessoa não teria levado esses tiros...pois, a polícia deveria agir na prevenção e não na correção, visto que o meliante acima já está em liberdade, mesmo respondendo a vários processo na justiça...a impressão que dá é que a tartaruga continua....Abraço.

    ResponderExcluir