P U B L I C I D A D E

quarta-feira, 4 de abril de 2012

ROUBO COM RESTRIÇÃO DE LIBERDADE E TORTURA EM SOBRADINHO II


Eles entraram em uma residência de uma Servidora Pública do IBAMA, com intenção de cobrar uma dívida, referente à droga, tipo crack, de R$ 500,00. Ela foi ameaçada de morte, agredida fisicamente e teve seus bens roubados pelo grupo.

No dia 02/04, por volta das 20h, policiais civis, da 35ª Delegacia de Polícia, tomaram conhecimento de que um grupo criminoso, composto por cinco traficantes de drogas, teria invadido a residência de uma senhora, na AR 12 de Sobradinho II.

Os investigadores da SIC/VIO receberam a vítima e obtiveram a informação que após ter a sua residência invadida ela teria sido subjugada pelos autores, os quais a ameaçaram de morte e a agrediram fisicamente, com socos e tapas, bem como subtraíram seus aparelhos eletroeletrônicos, tais como TV e aparelho de DVD.

Não bastasse tamanha violência, após apanhar por cerca de 40 minutos em razão da divida com os traficantes, o líder do grupo criminoso, Fabrício de Jesus, vulgo cabelinho, 20 anos, passou a lhe desferir choques, com a utilização de uma máquina própria para tal fim. Ao desferir as descargas na vítima, Fabrício afirmava que tais atos eram para que ela não voltasse a dever para o grupo criminoso.

Diante da gravidade do fato, os Agentes da SIC/VIO, juntamente com os Agentes da SRD, diligenciaram nos sentido de efetuar a prisão de todos os envolvidos em tal atrocidade, sendo que após exaustivas diligências, localizaram o grupo criminoso, liderado por Fabrício de Jesus e composto por mais 05 (cinco) adolescentes – três de 17, um de 16 e outro de 15 anos de idade, ocasião em que efetuaram a prisão em flagrante dos envolvidos.

Destaque-se que a equipe de Policiais fez uma campana na residência de Fabrício e com a chegada do grupo, já por volta das 13h do dia 03/02, lograram êxito em efetuar a prisão de todos em flagrante. Na residência de Fabrício, ainda foram localizadas duas grandes pedras de crack.

Fabrício foi encaminhado ao cárcere do DPE e os menores foram encaminhados à DCA para as medicas cabíveis.

Claudio Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário