P U B L I C I D A D E

sexta-feira, 9 de março de 2012

POLICIAIS CIVIS DA 35ª DELEGACIA DE POLÍCIA PRENDEM O MAIOR DISTRIBUIDOR DE DROGAS DO SETOR DE MANSÕES DE SOBRADINHO II

No dia 07/03, por volta das 19h, agentes da SRD, Seção de Repressão às Drogas da 35ª Delegacia de Polícia prenderam em flagrante Pedro Antônio Oliveira Júnior, 26 anos, acusado de tráfico de drogas e posse de munição de uso restrito.

Os policiais receberam denúncias via DICOE, no mês de janeiro, de que Pedro Antônio teria envolvimento com o tráfico de drogas e começaram monitorar  o suspeito que é proprietário do Lava Jato Nova Esperança, localizado no Setor de Mansões de Sobradinho II.

Após monitorar o suspeito por vários dias, os agentes da SRD constataram que Pedro Antônio era o maior distribuidor de “crack” e cocaína da região do Setor de Mansões e que mantinha sua droga em um depósito. Também foi levantado pelos policiais que o suspeito abastecia com drogas os moto-taxistas da localidade e esses faziam a distribuição na forma de “Tele Entrega”.

Ao iniciar a operação que levou à prisão em flagrante de Pedro Antônio, os agentes da SRD prenderam no dia anterior um moto-táxi, de 45 anos, por tráfico de drogas, que disse ter adquirido a droga com Pedro Antônio.

Já no dia 07/03, outro moto taxista, de 27 anos, foi abordado ao lado do lava jato de Pedro Antônio, pelos agentes, e com ele foi encontrado uma porção de “crack”. O detido disse que teria adquirido a droga com Pedro no estabelecimento.

Um dos detidos que foi encaminhado à delegacia colaborou com os policiais, informou a respeito de todo o esquema de tráfico de drogas que envolvia Pedro Antônio e o local onde a droga estava escondida.
 
Diante de tais fatos, os policiais da SRD, juntamente com os agentes da SIC/VIO, foram até o lava-jato de propriedade de Pedro, ocasião em que o prenderam em flagrante pelo crime de tráfico de drogas.

Após a prisão do suspeito os agentes se deslocaram ao depósito onde estaria escondida a substância entorpecente e lá encontraram aproximadamente 2,2kg de crack que dividias renderia 7000 pedras pequenas, o valor da venda seria de aproximadamente R$ 30.000 reais; 300 gramas de cocaína, que renderia com a venda R$ 15.000 reais; Duas balanças de precisão; Onze cartuchos de pistola calibre .40; R$ 772, 80 e diversos equipamentos eletroeletrônicos.

Pedro Antônio foi preso em flagrante por tráfico de drogas e posse de munição de uso restrito. Foi recolhido ao cárcere do DPE e ficará a disposição da justiça.

Claudio Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário