P U B L I C I D A D E

segunda-feira, 6 de fevereiro de 2012

PRAÇAS DA PM E DOS BOMBEIROS AMEAÇAM PARALISAÇÃO DURANTE O REINADO DE MOMO. COBRAM DE AGNELO PROMESSAS DE MEHORIAS SALARIAIS

foto:correiobraziliense
No Carnaval, quando todos estiverem colocando o bloco na Rua, os policiais militares e bombeiros do Distrito Federal ameaçam não entrar na avenida. Isso mesmo, como forma de pressionar o GDF a tropa pensa em ficar nos quartéis.

Uma convocação aos praças, soldados e cabos das duas corporações está circulando por correio eletrônico na Internet.

Descontentes com o governo Agnelo/Filippelli, que não teria cumprido com as promessas de reajustes salariais para a base da tropa e agraciado os oficiais do topo com o que chamam de "gordas gratificações" os PMs estão esquentando os tamborins para uma grande mobilização.

Recentemente, fixaram faixas cobrando de Agnelo os reajustes prometidos. Numa ação rápida, as faixas foram recolhidas das ruas para não dar visibilidade ao descontentamento.

Agora a ação é nas redes sociais.

As lideranças do movimento orientam os colegas a diminuírem o volume de trabalho. "Deixe a coisa desandar, assim, quem sabe, alguém irá acordar. Oriente a população a procurar a Polícia Civil do DF ou o Quartel Central Geral da PMDF, lá tem policiais bem remunerados e oficiais empanturrados de gratificação que não fazem nada." – diz o texto.

Em outro trecho, o slogan é: "Carnaval em Brasília sem PM nas ruas!!!!!"
"Faça sua parte, contribua trabalhando menos ou se importando menos, como fazem com você ou por você."

A idéia do movimento é paralisar as ações da PMDF no dia 17 de fevereiro, véspera de carnaval. Os praças da PMDF, que também estão insatisfeitos com a ação do presidente da Câmara Legislativa, deputado Cabo Patrício, egresso da tropa, dizem em suas mensagens que o GDF só se preocupa com a PCDF e DETRAN-DF. "Para eles tudo, para as praças PMDF, NADA!!!!!!!!! A tropa, todos nós já sabemos, está extremamente revoltada e insatisfeita."

Relembram aos companheiros de corporação que no Ceará os soldados da polícia militar estadual só foram exitosos com a realização da greve.

As mensagens fazem acusações e xingamentos diretamente a pessoa de Cabo Patrício, numa forma de exaltar ainda os ânimos. Dizem que se ele se esqueceu da tropa, a tropa não iria se esquecer dele.

Faltando poucos dias para os dias de folia, a dúvida agora é o que vai efetivamente acontecer quando o Carnaval chegar.

Um comentário:

  1. A Policia Militar do DF sempre foi PT de cor vermelha,e hoje se encontra no vermelho como:sem pagamento,sem aumento,sem motivações para o trabalho,sem representante etc.Precisamos rever nossos valores,pense bem na hora de votar!!!!!!

    ResponderExcluir