P U B L I C I D A D E

quinta-feira, 23 de fevereiro de 2012

POLICIAIS CIVIS DE SOBRADINHO II PRENDEM HOMEM ACUSADO DE ESTUPRO E CÁRCERE PRIVADO NA FERCAL


O ACUSADO SEQUESTROU A EX-ESPOSA, A CONDUZIU ATÉ O POLO DE CINEMA DE SOBRADINHO, A ESTUPROU VIOLENTAMENTE E A MANTEVE TRANCADA DENTRO DE UMA RESIDÊNCIA POR SEIS HORAS.

No dia 21/02, por volta das 14h, Natalício Santos Mascarenhas, 34 anos, foi até a residência de sua ex-esposa, de 21 anos, e sobre o pretexto de levar a filha ao Hospital Regional de Sobradinho convenceu a ex-companheira a entrar no seu veículo para acompanhar a filha.

Natalício saiu com o veículo e ao invés de se dirigir ao hospital seguiu em direção à Fercal e deixou a filha em sua residência. Posteriormente saiu com a ex-esposa e a levou para o Pólo de Cinema de Sobradinho.

Ao chegar ao Pólo de Cinema, Natalício tentou convencer a ex-esposa a reatar o relacionamento com ele, entretanto a mulher se negou a voltar para o ex-companheiro.

Revoltado com a situação, Natalício passou a agredir fisicamente a ex-esposa com socos e chutes. Após várias agressões físicas, manteve conjunção carnal e coito anal contra a vontade da mulher.

Não contente com tais atrocidades, Natalício levou a ex-esposa para a sua residência, a trancou em um dos quartos da casa e disse que ela só sairia dali quando reatasse o relacionamento com ele. A mulher se negou a reatar o namoro e novamente foi agredida fisicamente pelo homem.

Por volta das 19h a mulher percebeu que o ex-marido não estava dentro de casa e ele havia esquecido um telefone celular dentro do quarto. Muito assustada pegou o telefone e mandou uma mensagem para o patrão, pedindo socorro.

O patrão da mulher leu a mensagem e imediatamente seguiu até a 35ª Delegacia de Polícia para denunciar o fato. Os agentes do plantão assim que receberam a informação seguiram para a Fercal. Na residência, Natalício foi preso em flagrante, após tentar se evadir dos policiais. A mulher foi encontrada trancada dentro do quarto e os agentes conseguiram libertá-la do cativeiro.

A vítima foi encaminhada ao HRS para ser medicada e posteriormente foi conduzida ao IML, onde ficou constatada a violência sexual.

Natalício foi autuado em flagrante por estupro, cárcere privado, lesão corporal e ameaça, além de ser autuado na Lei Maria da Penha.

Claudio Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário