P U B L I C I D A D E

terça-feira, 20 de dezembro de 2011

PERSEGUIÇÃO POLICIAL EM FORMOSA ACABA COM DOIS ASSALTANTES PRESOS, UMA ARMA APREENDIDA E O CARRO DA VÍTIMA RECUPERADO EM PLANALTINA.

POLICIAIS MILITARES DE FORMOSA DEPARAM COM VEÍCULO, TOMADO POR ASSALTO MINUTOS ANTES, PERSEGUIRAM NA BR-020 ATÉ O CONDUTOR PERDER O CONTROLE E BATER EM POSTE, FUGIREM A PÉ E SEREM PRESOS EM FLAGRANTE DENTRO DE UMA RESIDÊNCIA.

Nesta terça-feira, 20/12, por volta das 10h, uma senhora de 68 anos e seu neto de 11, foram vítimas de dois homens, portando uma arma de fogo, em frente ao ginásio de esporte de Formosa-GO, empurraram-na no chão, juntamente com seu neto, fugiram no veículo da vítima, um VW Gol de cor vermelha, e seguiram para BR-020 sentido Planaltina.

O prefixo 2153 composto pelos soldados Batista e Thiago, avistou o veículo saindo de Formosa e começou a perseguição na BR-020, até que na altura do KM-20 próximo à entrada da Embrapa entre Planaltina e Sobradinho o condutor do veículo, Henrique Gomes, 19 anos, perdeu o controle e bateu de raspão em um poste e o carro ficou preso nas manilhas de águas pluviais que cortam as duas pistas da BR-020, os suspeitos empreenderam fuga à pé por dentro de uma fazenda e adentraram no Condomínio Recanto do Sossego, em Planaltina, porém estavam sendo perseguidos de perto pelos policiais e foram presos em flagrante dentro de uma residência.

Dentro do veículo tomado por assalto foi localizado um revolver calibre .38 com quatro munições intactas. Henrique Gomes, 19 anos e o menor A. O. A., 15 anos, foram encaminhados para Central de Flagrantes de Formosa-GO para registro da ocorrência de Roubo, porte ilegal de arma de fogo e corrupção de menor.

O menor assumiu a propriedade da arma e disse que teria comprado no Buritis V, por R$ 200,00, para se defender dos desafetos que querem mata-lo.
Os policiais contaram com apoio do prefixos de Goiás 2063, composto pelo cabo Silvestre e soldado L. Silva e com o prefixo de GTOP-34, composto pelo sargento Manuel Lima, cabos Teixeira e Martins e soldado Jair Xavier.

Claudio Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário