P U B L I C I D A D E

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

MULHER É PRESA POR POLICIAIS CIVIS NO MOMENTO QUE FAZIA ENTREGA A DOMICILIO DE DROGAS EM SOBRADINHO

ELA REALIZAVA UMA ESPECIE E DISQUE-DROGAS NA CIDADE E LEVAVA PESSOALMENTE A DROGA ATÉ O COMPRADOR.

No dia 15/12, por volta das 20h, agentes da SRD da 13ª Delegacia de Polícia prenderam em flagrante delito Luzimar Gomes de Miranda, 45 anos, moradora da quadra 10 conjunto D casa 56, por tráfico de drogas.
As investigações revelaram que na quadra 10 de Sobradinho vem ocorrendo intenso tráfico de drogas, principalmente das substâncias popularmente conhecidas como “crack” e maconha.

Após receberem inúmeras denúncias anônimas e em virtude de levantamentos de informações, levados a cabo através de minuciosa investigação, os agentes lotados na Seção de Repressão às Drogas da 13ª DP promoveram diversas campanas na região com o intuito de identificar e prender os principais traficantes que comercializam drogas no local. Dentre os responsáveis pela venda de drogas na região destacava-se Luzimar. 

Nesta quinta-feira (15), os agentes da SRD foram checar a informação de que a suspeita iria realizar a entrega de drogas na quadra 16, Sobradinho/DF, utilizando-se de um veículo Fiat/Pálio, placa IMQ 9247. 

Os policiais apuraram que a suspeita realizava uma espécie de “Disque-Drogas”, ou seja, fazia a entrega dos entorpecentes em domicílio. 

Os policiais, então, ao visualizarem o veículo em questão promoveram a abordagem e, em revista na suspeita, encontraram com a mesma 05 pedras de crack. Em seguida foram até a casa da traficante e lá encontraram maconha e uma balança de precisão, além de R$ 224 reais em espécie. 

O que chamou a atenção dos policiais durante as investigações é que a autuada vendia a droga nas proximidades de escolas e utilizava de “mulas” adolescentes, que ainda estão sendo identificados.

Luzimar Gomes de Miranda foi presa e autuada em flagrante delito como incursa nas sanções previstas no artigo 33 “caput” da lei 11.343/2006 e encaminhada à Penitenciária Feminina do Distrito Federal à disposição do Poder Judiciário.

Da redação do Informativo Flagrante

Nenhum comentário:

Postar um comentário