P U B L I C I D A D E

sábado, 31 de dezembro de 2011

DUAS MULHERES DE SÃO PAULO FORAM PRESAS EM SOBRADINHO, PELA POLÍCIA MILITAR, ACUSADAS DE TENTATIVA DE ESTELIONATO.

ELAS TENTAVAM VENDER COMPUTADORES FALSOS PARA UM POLÍCIAL MILITAR QUE ESTAVA DE FOLGA NO SETOR BANCÁRIO.

Nesta sexta-feira, 30/12, por volta da 14h40, um Policial Militar que estava de folga na quadra central, próximo ao BRB, foi abordado por duas mulheres que ofereceram para ele um computador notebook por R$ 500,00, um preço bem abaixo do valor de mercado, porém o policial desconfiou das mulheres e abriu o pacote que estava o computador, constatando que era falso. Diante da constatação, o policial deu voz de prisão para as mulheres que estavam com duas sacolas, com dois notebooks e solicitou apoio a um prefixo que estava de serviço para conduzir as mulheres até a 13ª Delegacia de Polícia para registro da ocorrência.

Letícia Cardoso da Mota, 22 anos, e Larissa Lorenna nunes Pereira, 23 anos, moradoras de São Paulo, portavam dois notebooks recheados de papelão. Elas disseram aos policiais que eram falsos e tentaram vender para o cidadão que estava saindo do banco, porém não sabiam que ele era Policial Militar.

Letícia e Larissa foram autuadas, pelo delegado de plantão, em flagrante por tentativa de estelionato. Conduzidas ao presídio feminino, passarão a virada do Ano na cadeia.


Claudio Martins

Nenhum comentário:

Postar um comentário