P U B L I C I D A D E

sexta-feira, 7 de outubro de 2011

POLICIAIS CIVIS DO DF CRUZAM OS BRAÇOS POR 24H NESTA SEXTA-FEIRA

Os policiais civis do Distrito Federal decidiram parar as atividades durante 24h, a partir das 8h desta manha de sexta-feira (7/10). Segundo o vice-presidente do Sindicato dos Policiais Civis (Sinpol) do DF, Luciano Marinho, a paralisação é um protesto pelo não cumprimento do acordo estabelecido entre a PCDF e Governo do Distrito Federal em abril deste ano, após 14 dias de greve da categoria. Com a paralisação, apenas casos graves serão registrados nas unidades policiais.

Luciano Marinho, informou ainda que a partir das 8h da manhã de hoje vai ser realizada uma mobilização da categoria em frente do Departamento de Polícia Civil do Distrito Federal (DPE) para decidir se vai iniciar uma carreata até o Palácio do Buriti para reivindicar o acordo. Segundo Marinho, não houve, até agora, nenhuma manifestação do GDF em agendar uma reunião.

A categoria tem marcada uma nova assembleia para a terça-feira (11/10). "Vamos aguardar um aceno do GDF, mas se oferecerem a mesma proposta, nem compareceremos a uma possível reunião", afirmou o diretor de comunicação do Sinpol, Luciano Marinho.

Entenda o caso
O acordo firmado entre a Polícia Civil e o GDF em abril deste ano - após 14 dias de greve - inclui aumento do efetivo, plano de saúde, reposição da inflação, edição e publicação do decreto de progressão que prevê crescimento natural da folha de pagamento e deve atingir mais de 700 homens.

De acordo com a Secretaria de Administração Pública, os acordos firmados durante a gestão do antigo secretário, Denilson Bento da Costa (a pasta está sob a direção de Wilmar Lacerda há cerca de um mês), estão sendo renegociados para obedecer às novas regras divulgadas pelo GDF na última sexta-feira (30/9) para controle de despesas.

Segundo a assessoria do órgão, o acordo foi firmado em abril, quando ainda havia orçamento. As normas de controle de gastos do GDF devem inviabilizar novas contratações e aumentos salariais mas, ainda de acordo com a assessoria, o diálogo com os Policiais Civis está aberto.

Fonte: correiobraziliense.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário