P U B L I C I D A D E

sexta-feira, 19 de agosto de 2011

GRAVE ACIDENTE NAS ENTRE QUADRAS 11/12 DE SOBRADINHO, ENVOLVENDO ÔNIBUS DEIXA TRÊS MORTOS E UM GRAVEMENTE FERIDO

Nesta sexta-feira, dia 19/08, por volta das 19h30, um grave acidente envolvendo um ônibus, uma moto e um Corsa, deixou três vítimas mortas e outra gravemente ferida nas entre quadras 11/12 de Sobradinho.

Segundo uma testemunha, o motorista do ônibus, que fazia a linha 512.1, de Sobradinho para W3 Norte e Sul, não conseguiu parar na faixa de pedestre, atravessou para contramão e atingiu uma moto-táxi que estava seguindo para buscar um passageiro, Erudá Barreira de Souza Filho, 21 anos, morreu na hora, um pedestre que passava na calçada foi conduzido para o Hospital Regional de Sobradinho pelo Corpo de Bombeiros, mas não resistiu aos ferimentos, morrendo no hospital, e um GM Corsa Classic, com um casal no interior, Marlon Pereira Silva, 38 anos, o condutor do veículo, foi socorrido ao Hospital de Base pelo Helicóptero do Corpo de Bombeiros com diversos ossos quebrados e segundo parentes, está consciente, Cristiane Mulin Vencesslau, 34 anos, a passageira, morreu no local.

Outra testemunha que molhava as plantas de sua residência, presenciou o momento do acidente e disse a reportagem do Informativo Flagrante que havia uma pessoa passando na faixa de pedestre, o motorista do ônibus percebendo que não iria conseguir parar o ônibus tentou jogar para a calçada, como havia varias pessoas na calçada,  resolveu jogar para o outro lado, se chocando com a moto, com o carro e posteriormente com o muro da CAESB. A testemunha recorda que no momento que o motorista tentou parar o ônibus, ouviu um barulho como se algo tivesse quebrado na suspensão do veículo.

A Polícia Militar isolou o local para os Bombeiros trabalharem no socorro às vítimas e aguardar a perícia da Polícia Civil.

O trânsito foi desviado para dentro da quadra 11 e 12 de Sobradinho a fim de descongestionar o local  para a chegada dos prefixos do Corpo de Bombeiro Militar e do SAMU.

Um cordão humano se criou-se no local, com diversas pessoas curiosas para saberem o que aconteceu naquele local.

Claudio Martins

2 comentários:

  1. meu nome é sandra trabalho com o primo do eros o dono da moto acho que tudo foi imprudência, o motorista que pela gravidade dos fatos estava correndo, a empresa com a falta de manutenção,e o governo que faz da população que os mantem ums verdadeiros palhaços e de nosso paiz um circo.

    ResponderExcluir
  2. oi gente aqui é a domingas sou prima do eruda filho.peço a ajuda de vcs para identifica a testemunha ou ela se identificar para que possa nos ajudar pq o juiz precisa de testemunhas para resolver o caso de eruda filho me ajudem imploro a vcs e a vc q publicou essa materia

    ResponderExcluir