P U B L I C I D A D E

terça-feira, 30 de agosto de 2011

CONFERÊNCIA REGIONAL DE TRABALHO DECENTE


Por Gizele Chaves
GDF e moradores de seis cidades, dentre elas Sobradinho, se reuniram com o objetivo de debater propostas para democratizar as relações de trabalho.

Não é de hoje que a pauta do Trabalho Decente está na ordem do dia das organizações trabalhistas. A luta para melhorar a vida dos trabalhadores é antiga. Agora, o Governo do Distrito Federal decidiu abraçar esta causa. Com a finalidade de ouvir os anseios, propostas e reivindicações da classe, A Secretaria de Estado de Trabalho organizou uma série de Conferências Regionais para todo o DF. O objetivo é preparar as cidades para a Conferência Distrital, que vai acontecer nos dias 28 e 29 de setembro.

Neste sábado (27/08), foi a vez de Sobradinho, Sobradinho II, Itapoã, Paranoá, São Sebastião e Planaltina levantarem suas demandas e proposições. Os participantes se reuniram, durante todo o dia, no Teatro de Sobradinho. Na abertura do evento, o secretário de Trabalho, Glauco Rojas, falou da necessidade do órgão encabeçar debates sobre as relações trabalhistas. “Esta Conferência resgata o papel político da Secretaria. A pauta do Trabalho Decente engloba outras fundamentais: Precarização do trabalho, trabalho infantil, escravo, discriminação, assédio sexual, dentre outros temas de suma relevância para a construção de uma sociedade igualitária”, disse.

“Debater sugestões que façam avançar a Política Nacional de Trabalho Decente é o objetivo fundamental deste encontro de hoje. É preciso garantir ao trabalhador mecanismos para que desempenhe suas funções com segurança e total resguardo da sua dignidade”, ressaltou a administradora de Sobradinho, Maria América. Após a cerimônia de abertura, especialistas apresentaram temas relacionados ao mundo do trabalho e esclareceram o conceito de Trabalho Decente, adotado pela Organização Internacional do Trabalho (OIT). 

À tarde, os presentes se dividiram em grupos, de acordo com os temas escolhidos. Foram quatro os eixos de discussão: 1. Princípios e Direitos Fundamentais no Trabalho; 2. Proteção Social; 3. Trabalho e Emprego e 4. Fortalecimento do Tripartismo e do Diálogo Social Como Instrumento de Governabilidade Democrática. Depois de levantadas sugestões nos grupos temáticos, foi aberta a votação em plenário. As propostas mais votadas foram anexadas a um documento final, que será apreciado durante a Conferência Distrital. Também foi eleito um delegado representante de cada cidade participante. Os delegados terão a tarefa de defender as propostas encaminhadas nesta Plenária Regional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário